Quinta-feira, 10 de Março de 2005

Ginny e os gatos

Todos nós já ouvimos histórias de animais que, de uma maneira ou de outra, se tornaram heróis...
Uma história verídica:

GINNY (A Cadela que Resgata Gatos)
ginny.jpg

"Philip era um homem que praticamente já havia desistido de viver. Com muitas dificuldades para se locomover e com um braço paralisado, ouviu um conselho para que adoptasse um cão para que tivesse uma motivação para sair de casa, caminhar, se exercitar.

Foi a um abrigo próximo e encontrou Ginny, uma meiga cadelinha vira-lata. Foi amor à primeira vista. No primeiro passeio Philip notou algo diferente. Ela sempre o levava para prédios abandonados ou terrenos baldios, de onde sempre vinha com um gatinho machucado, ou um filhotinho na boca.

Pegava-os com o maior carinho. Philip com dó dos bichinhos e admirado com a atitude de Ginny levava-os para casa. Hoje tem 71 gatos em casa.

Ginny_gato.gif

Todos com algum problema, ou aleijados, ou cegos, ou velhinhos. Os filhotinhos que Ginny encontra abandonados sempre são adoptados. A fama de Ginny e Philip foi crescendo em Long Beach e a ajuda começou a aparecer. No princípio as despesas saíam do seguro-saúde de Philip, que abriu mão de usá-la em seu tratamento em prol dos animais.

Foi criada então a Fundação Ginny que conta com a ajuda de associados, voluntários, veterinários e doações de fabricantes de ração. Após 9 anos de convivência com Ginny, Philip é outro homem. Seu problema é imperceptível e seu braço move-se normalmente. Tem sua cabeça ocupada e é um homem feliz. Ele que antes nunca tinha se quer pensado em gatos...Eles alimentam cerca de 200 gatos por dia na região de Long Beach. Resgatam os doentes, castram todos que encontram e cuidam deles. As despesas semanais variam de $250 à $1000.

Ginny já foi condecorada várias vezes e o mais incrível prémio que recebeu foi o de "1º Cão a receber o título de gato do Ano". Não é incrível? Ginny, além de ter trazido a cura física e mental para Philip, ainda trata todos os gatos como filhos. Dorme abraçada com eles, divide sua comida, às vezes até abrindo mão dela, coça-os e os salva dos mais diferentes situações, descobrindo-os até dentro de buracos ou enfiados cruelmente dentro de canos como certa vez encontrou toda uma ninhada.

Segundo seu veterinário que cuida voluntariamente dos gatinhos que ela resgata, Ginny ou foi um gatinho numa outra encarnação ou é um anjo em forma de cão..."

Se você tem uma história (texto e fotos) para contar, sobre um PET HERÓI, escreva-nos

HYPERLINK mailto:webmaster@suipa.org.br?subject=PET HERÓI - MINHA HISTÓRIA
publicado por LauraBM às 17:50

link do post | E custa, comentar aqui?

.mais sobre mim

.*TAGS são temas do blog - Clique em cima!

. 00-historial minhas cadelas

. 01-ternurinhas

. 02-se eu falasse

. 03-elas são assim

. 04-as nossas cadelas

. 05-fotografias

. 06-poemas de outros

. 07-artigos divertidos

. 08-cachorrices-bd-piadas

. 09-fotos minhas cadelas

. 09-poemas laura

. 10-cadelas de amigos

. 11-histórias dos amigos

. 12-natal

. todas as tags

.posts recentes

. CHARLÔ - a cadelinha cega...

. Piadas sobre cães e cadel...

. O que elas dizem

. Cadela Thaís

. Gaby no degrau da marquis...

. A Gaby em nossa casa

. Um anúncio para a Gaby

. A cadelinha Gaby

. Serão cachorrices ou gali...

. Daisy e Monty a comer no ...

. Vantagens da Castração

. A história de Jasmine

.arquivos

.subscrever feeds

.links