Domingo, 5 de Setembro de 2004

Poema-Flor branca

florbranca.jpg
Flor branca, animal ou gente?
Talvez o correspondente
seja a imaginação.
Minha ou tua, que interessa?
Mas eu, quando olhei pra essa
vi um focinho de cão.

Respeito a fidelidade
dos animais; a amizade
demonstrada, a afeição.
Da flor que abre... a riqueza.
Onde estaria a beleza
não fora a sua explosão?

Talvez porque sempre achei
que, neste mundo sem Lei,
nenhum homem tem razão (...)
Gosto de flores, animais.
Não gosto de muito mais!...
Talvez... da Lua, o clarão!

Não interessa o que pensem.
A mim, jamais me convencem
que ela não tem ar de cão.
Gosto de juntar os dois.
Ao afagá-la, depois,
quase juro ouvir: - ão, ão!
-------------------------------
22/04/2004
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

publicado por LauraBM às 00:00

link do post | E custa, comentar aqui?

.mais sobre mim

.*TAGS são temas do blog - Clique em cima!

. 00-historial minhas cadelas

. 01-ternurinhas

. 02-se eu falasse

. 03-elas são assim

. 04-as nossas cadelas

. 05-fotografias

. 06-poemas de outros

. 07-artigos divertidos

. 08-cachorrices-bd-piadas

. 09-fotos minhas cadelas

. 09-poemas laura

. 10-cadelas de amigos

. 11-histórias dos amigos

. 12-natal

. todas as tags

.posts recentes

. CHARLÔ - a cadelinha cega...

. Piadas sobre cães e cadel...

. O que elas dizem

. Cadela Thaís

. Gaby no degrau da marquis...

. A Gaby em nossa casa

. Um anúncio para a Gaby

. A cadelinha Gaby

. Serão cachorrices ou gali...

. Daisy e Monty a comer no ...

. Vantagens da Castração

. A história de Jasmine

.arquivos

.subscrever feeds

.links