Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Legado a um cão!

caoparecidoMonty.gifQuando a solidão abater e não tiveres ninguém para te fazer companhia, ele estará contigo.
Quando todos os amigos te abandonarem no infortúnio de uma doença, sem temer contágio, a teu lado ele estará.
Quando numa desgraça fores obrigado a dormir ao relento, a teu lado ele dormirá.
Se sentir que corres perigo de ser atacado por outro animal ou mesmo por um humano, ele latirá e não medirá esforços para te proteger.
Se ferido, ele te lamberá acarinhando, para que reanimes.
E quando acamado, na luta entre a vida e a morte, ele ficará atento à beira do teu leito esperando que de lá  levantes, e brinques com ele.
Quando choras, olhe seus olhos... Neles haverás de ver o brilho de uma lágrima marejando, e uma expressão consoladora, como se quisesse te dizer: Não chore! Ou como se te perguntasse: Por que choras?
Quando não tiver fortuna, saúde e amigos, alguém real e carinhoso estará a teu lado - teu cão!
Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, este sim, faz um juramento silencioso contigo. É teu fiel amigo. É presença constante e não te abandonará por nada deste mundo!
Ainda que por vezes, num gesto repentino de impaciência e repulsa enxota-o do teu lado, ele compreende e afasta... Observa-te à distância humildemente, e basta um gesto ou um sorriso teu para que ele volte.
E abanando o rabo demonstrando carinho e aceitação deita a teus pés. E lá fica silencioso...
Se morreres, 'a beira do teu túmulo ficará amuado’  à espera dum milagre... 
Permanecerá mudo, enfraquecido e sem se alimentar.
E num sentimento quase humano de dor e de paixão, também morrerá, se ninguém de lá o afastar.
Esteja certo, depois de Deus, teu cão é gratuita e desinteressadamente, teu fiel amigo.
Talvez mais amigo que outro humano possa ser.
E como um amigo apaixonadamente insano, morrerá também se você morrer!
-----------------------------------------------------------------------
Emiele Horta
Ipatinga, 31/12/2004 -16:10 horas.
*Direitos Autorais Reservados.
Poema escrito após assistir a um filme sobre o cão de nome Trum.

*TAGS são temas do blog - Clique em cima!:
publicado por LauraBM às 21:36

link do post | E custa, comentar aqui?

.mais sobre mim

.*TAGS são temas do blog - Clique em cima!

. 00-historial minhas cadelas

. 01-ternurinhas

. 02-se eu falasse

. 03-elas são assim

. 04-as nossas cadelas

. 05-fotografias

. 06-poemas de outros

. 07-artigos divertidos

. 08-cachorrices-bd-piadas

. 09-fotos minhas cadelas

. 09-poemas laura

. 10-cadelas de amigos

. 11-histórias dos amigos

. 12-natal

. todas as tags

.posts recentes

. CHARLÔ - a cadelinha cega...

. Piadas sobre cães e cadel...

. O que elas dizem

. Cadela Thaís

. Gaby no degrau da marquis...

. A Gaby em nossa casa

. Um anúncio para a Gaby

. A cadelinha Gaby

. Serão cachorrices ou gali...

. Daisy e Monty a comer no ...

. Vantagens da Castração

. A história de Jasmine

.arquivos

.subscrever feeds

.links